Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



sonhando

Quinta-feira, 10.01.08

Já só os vi de costas, de mãos dadas.Passeavam-se brandamente,entre uma pequena multidão que não viam...num fim de tarde de luz artificial de um centro comercial qualquer.

Senti-lhes as saudades um do outro, no olhar demorado, no afago do rosto...na ternura do enlace das mãos.

Não lhes vi o fulgor de outrora de verões tórridos...mas o saborear do momento, sorvendo cada gesto, cada sorriso, cada raio de sol de muitas primaveras...

e tão timidamente, pega a mão dela e faz tudo como se fosse a primeira vez...ou seria...e sela o romance, com o que me pareceu ser um anel.Vi-os num perfil iluminado, no silêncio das palavras e no beijo doce dos amantes.

Ela olha mais uma vez a mão e prende em si aquele homem, num abraço apertado como nunca o fizera...penso eu pela simplicidade do momento...

Adivinho-lhes os  sorrisos, os gestos e o encanto da noite...pensei-me pintor de uma tela de cores brilhantes entre os laranjas e os vermelhos num fundo noite com laivos de prata...

...fecho o livro, olho em volta...não os vejo...acho que estou cansado...confundi as histórias...e percorro de volta o mesmo caminho, sem pressa de chegar...pela falta do abraço que não tenho a receber-me...mais uma vez confundi as histórias...

Texto: ficção

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por dolce_vita às 01:42


7 comentários

De Lua de Sol a 10.01.2008 às 14:01

Que bonitoooo... simples e deveras profundo...
Os amores que ficam depois das paixões, que ficam depois mesmo do tempo os levar... os momentos que se sonham, os momentos que a memória guarda...

Muitos beijinhos

De A VER NAVIOS a 10.01.2008 às 14:05

Um texto curioso.
Acontecem-nos por vezes situações algo análogas.
Eu que mantenho o velho hábito de ler livros.
Nem sei bem se é um velho hábito, se é um hábito de velho, dou por mim muitas vezes a ler uma coisa e e a ver interiormente uma história completamente diferente.
Obrigado,
J. Lopes

De do outro lado da linha a 10.01.2008 às 22:42

Lindo!

beijos e bom fim-de-semana
MT

De estreladosul a 11.01.2008 às 00:14



Lindo... Maravilhosamente bem descrito e escrito.

Bom fim de semana

Abraço

Mario Rodrigues

De blogando-me1 a 11.01.2008 às 17:53

Lindo o teu texto. Com sentimento e emoção. Vale sempre a pena recordar.
Que tenhas um bom fim de semana.
Bjs fofos

De Estupefacta a 14.01.2008 às 22:16

O poder da leitura é extraordinário . Ainda não consegui perceber porque razão se lê cada vez menos.
Beijinhos

De dolce_vita a 14.01.2008 às 23:33

Olá,penso que a questão continua a ser cultural,não cultivamos o gosto pela leitura,não somos motivados e depois,ainda há o preço exorbitante,que não é compatível com o orçamento familiar,há muita diversidade de lazer.São muitas as razões,no entanto cada vez ,há mais gente a escrever.mas na minha opinião é cultural e social.
Nem com o plano nacional de leitura...como professora,faço o que me é possivel para motivar os alunos.
Costumo dizer,que o meu vício é a leutura e que não me quero curar de tal,rsrsrrsr
Não resisto a comprar um livro tendo meses de serem 3.O último tem um título engraçado,"companheira silênciosa-afinal o meu marido era homossexual",depois dou notícias da leitura.
E a Maria gosta de ler?Eu penso que sim!
Não consegui incutir este meu vício ao meu filho...
Obrigada pelas visitas a esta casa grande.
beijinhos para ti e para a Maria
Rosa

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031